sábado, 24 de janeiro de 2009


Ê Naiá véia de guerra...não se aguenta com o preconceito. Estava contando a história de sua falência pro pessoal. Ela tinha um office boy negro que ajudou muito ela na época. Então ela vira e diz: " Era um negão de alma branca, sabe?".

Aí vira o Alexandre e pergunta: "Por que de alma branca?".

Aí ela tentou consertar falando que alma branca feito anjo (tipo querendo dizer luz)...

Muito sem noção essa mulher...espero que saia cheia de processos pra responder.

4 comentários:

teca disse...

errata, pois o diálogo foi PIOR:
ela disse algo como: "...era um negro de alma branca, sabe?"
Alexandre: "ué... pq não negro de alma negra?"...
daí o rememendo sai pior que a encomenda, naná diz: "é... assim, ele era negro, mas era ... como se fosse... entende? um ser de luz BRANCA, um ser bom..."
afffffff

Klein disse...

E ponto pro Alexandre! (Adoro esse tipo de cutucão)

Letícia disse...

Toda trabalhada no descolorante. Raízes negras.

Letícia disse...

Ou ex-negras. Sei lá.